Governo assina ordem de serviço para recuperação da ponte de Santa Rosa de Lima

postado em: Noticias | 0

A obra que será realizada pelo Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária terá seis meses para ser concluída

Na manhã desta segunda-feira, 2, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), assinou a ordem de serviço para início da reforma da ponte do município de Santa Rosa de Lima. O valor do investimento é de R$1.750.000,00 e a obra será realizada pelo Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER).

Em razão dos danos causados pelas fortes chuvas que assolaram o estado de Sergipe no mês de julho do ano passado e que danificou a ponte, foi solicitado ao Governo Federal, recursos para a execução da obra. “A obra está programada para ser realizada no prazo de seis meses, porém conversamos com a empresa para que o prazo fosse reduzido ao máximo, uma vez que a população já sofre há sete meses e precisamos que a obra seja realizada de maneira célere”, explica o secretário da Sedurbs, Ubirajara Barreto.

Sobre os serviços, o secretário adianta que será feita a limpeza de todas as estacas e “colocaremos uma armadura ao seu redor e concretaremos, bem como faremos a utilização de dois gabiões, que são um tipo de estrutura armada, flexível, drenante e de grande durabilidade e resistência. São preenchidos com seixos ou pedras britadas além de serviços complementares”, pontua Ubirajara.

O prefeito de Santa Rosa de Lima, Luiz Roberto Júnior, comentou sobre o transtorno e dificuldades que os moradores passam sem o acesso pela ponte. “Nós tivemos um custo muito maior com manutenção dos veículos da prefeitura, em especial das escolas, e as ambulâncias, pois o principal acesso, sem a ponte é uma estrada de piçarra. Até assaltos os munícipes já sofreram. A sensação agora, com a ordem de serviço assinada, é de alívio. Espero que seja entregue no prazo certo, pois toda a população anseia por isso”, disse o prefeito.

Por enquanto, com a interdição da ponte, o acesso a cidade pelo município vem sendo realizado por uma antiga estrada vicinal, que passa por dentro de uma fazenda e representa um desvio de cerca de 3 km para os habitantes que transitam pelo local.


Última atualização: 5 de março de 2020