Estrada que liga povoados de municípios do Centro Sul sergipano está com obras adiantadas

postado em: Noticias | 0

Com a finalização dos serviços condutores que trafegam entre povoado de Simão Dias e Riachão do Dantas terão mais conforto e segurança na viagem

As máquinas não param, seguem em ritmo acelerado para a conclusão dos serviços de revestimento primário que estão sendo executados na rodovia SE-287, no trecho entre o entroncamento da rodovia SE-170, no povoado Tanque Novo, município de Riachão do Dantas, e o entroncamento da SE-361, situado no povoado Triunfo, em Simão Dias, no Território Centro Sul Sergipano.


A obra é do Governo de Sergipe, realizada por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs) e do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE), e faz parte do Avança Sergipe, programa que tem o objetivo de promover a aceleração econômica sergipana, com investimentos de R$2.984.546,25, provenientes do Tesouro Estadual.


A recuperação dos 46,08 km da rodovia corresponde aos serviços de limpeza mecanizada, regularização mecânica e a aplicação de revestimento primário com elevação na pista. De acordo com o secretário estadual do desenvolvimento urbano e sustentabilidade, Ubirajara Barreto, o andamento dos trabalhos é satisfatório. “Atualmente vários funcionários trabalham em alguns trechos entre o povoado Tanque Novo à Colônia Boqueirão e também de Tanque Novo até o Povoado Bomfim, perfazendo um percurso de 8 km, executando os serviços de drenagem, terraplanagem e corrigindo as depressões”, explica.


O Diretor Técnico do DER/SE, Igor Albuquerque, esclarece que a obra foi pensada com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos moradores região e precisam de mais conforto e segurança no deslocamento. “Esse é um pedido antigo da população desses dois municípios do Território Centro Sul do estado que estamos atendendo. O melhoramento da estrada vicinal facilitará o deslocamento entre os povoados dos dois municípios e melhorará a circulação do transporte de cargas, com o escoamento da produção agrícola na região”, ressalta.


Última atualização: 18 de maio de 2022 08:28