Parte da rodovia que liga Porto da Folha a Monte Alegre está pronta para receber camada asfáltica

postado em: Noticias | 0

Pavimento antigo é reciclado e receberá camada de Concreto Asfáltico Usinado a Quente-CAUQ

Quem passa nas rodovias SE-200, SE-317 e SE-230, entre os municípios de Porto da Folha e Monte Alegre, no Sertão sergipano, já pode ver a mudança que as obras de reestruturação feitas pelo Governo de Sergipe trouxeram para o local. São 41,3Km que receberão 30 mil toneladas de asfalto e passar por uma recuperação total, onde serão investidos R$ 20.028.702,81. 

O trabalho é feito por um método chamado reciclagem, quando é incorporado o pavimento antigo à base atual e, a partir daí, é feita uma nova imprimação, que é a aplicação de material asfáltico antes da execução do revestimento asfáltico, para garantir mais tempo de vida útil à rodovia, tudo isso para facilitar o transporte intermunicipal, bem como o transporte da safra, seja agrícola ou pecuária. A reestruturação é executada por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs) e do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER).

“Com um mês de obras em andamento já retiramos o material antigo e estamos com mais de 5 km do pavimento reciclado, e mais de 10km de bordos da rodovia limpos, a obra segue o ritmo e em breve os trechos reciclados receberão a camada de CAUQ – Concreto Asfáltico Usinado a quente”, explica o diretor-presidente do DER, Carlos Aberto Araújo.

O Programa de Recuperação da Economia – Avança Sergipe, que prevê a reestruturação de 441,5 km da malha rodoviária estadual, com investimento de R$ 330 milhões na primeira etapa, além de modernizar as rodovias do Estado, traz desenvolvimento para todas as regiões.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, destaca os benefícios econômicos e de mobilidade. “É mais uma conquista do governo do Estado no setor de rodovias, fazendo com que a gente possa comemorar os progressos do Avança Sergipe, além disso, gera emprego e renda para as famílias sergipanas durante a construção das rodovias”, destaca o secretário.


Última atualização: 30 de novembro de 2020