Governo vistoria rodovias para retomada de obras

postado em: Noticias | 0

Rodovias Pirambu-Pacatuba, Nossa Senhora de Lourdes-Escurial e Cruz das Graças-Nossa Senhora Aparecida tem serviços avaliadas por Sedurbs e DER

 

Para verificar a situação das obras paralisadas em algumas rodovias estaduais, o secretário Estadual do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, acompanhado pelo diretor-presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), Ancelmo Luiz Souza, e alguns engenheiros, visitaram nesta quinta-feira (04), as obras de três rodovias que tiveram as obras paralisadas.

A visita começou por uma das mais belas rodovias sergipanas, às margens do Litoral Norte, a Rodovia Pirambu/Pacatuba, que já tem mais de 21 km asfaltados. De acordo com Ubirajara Barreto, as obras devem ser retomadas em breve. “Nesta rodovia, constatamos problemas de ordem técnica e problemas com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio). Trataremos disso junto ao DER e a Adema para que as arestas sejam sanadas”, declarou.

No território do Alto Sertão Sergipano, na Rodovia que liga a sede do município de Nossa Senhora de Lourdes ao Povoado Escurial, o secretário constatou que os problemas são apenas de ordem técnica. “Existem trechos em que há uma aplicação de concreto asfáltico usinado a quente (CAUQ), com espessura de 2 a 2,5 centímetros, necessitando de uma segunda camada com as mesmas proporções. Em outros trechos, existe a necessidade de imprimação e aplicação de CAUQ”, detalhou.

Já no Agreste Central Sergipano, na Rodovia entre o povoado Cruz das Graças e o entroncamento da SE-175, os técnicos constataram algumas pequenas imperfeições, mas, de acordo com o secretário, falta pouco para a rodovia ficar pronta. “A primeira camada asfáltica está pronta, faltando apenas 3 cm de espessura para o capeamento total. Alguns moradores fizeram vídeos e divulgaram em redes sociais, reclamando que a rodovia estava esburacada. Fizemos o percurso e verificamos que, em apenas um pequeno trecho de 300 metros, foram encontrados alguns buracos, porém, no restante de toda a sua extensão de aproximadamente 4 km, ela continua intacta”, ressaltou.

Ubirajara Barreto afirmou que após os diagnósticos das rodovias mediante as visitas, as soluções serão apresentadas. “Tomaremos as providências no que se refere aos problemas técnicos e ambientais encontrados em cada uma delas, para que, muito em breve, elas possam ser retomadas e por conseguinte logo concluídas”, enfatizou.

 


Última atualização: 22 de novembro de 2019 12:12