Governo dialoga com moradores da região sobre obras de recuperação da ponte Pirambu-Barra

postado em: Noticias | 0

Secretário da Sedurbs Ubirajara Barreto tirou dúvidas da população que vive no Litoral Norte, de vereadores e prefeito sobre o andamento das obras

O Governo do Estado, representado pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, participou de uma conversa com a população sobre o andamento da obra de recuperação da ponte sobre o rio Japaratuba, que liga os municípios de Pirambu e Barra dos Coqueiros, na SE-100, e que foi interditada.

O encontro, promovido a convite do prefeito de Pirambu, Élio Martins, e de vereadores dos municípios da região, aconteceu na Câmara de Vereadores da cidade, reunindo também comerciantes da região, entidades de classe e comunidade em geral. O objetivo foi explicar as medidas tomadas pelo Governo do Estado para que a ponte seja recuperada e o tráfego volte a ser liberado. 

Para o secretário da Sedurbs, o encontro foi uma oportunidade de relatar para a população tudo que já foi feito, desde o fechamento da ponte, no dia 22 de novembro, até hoje. “Inicialmente tínhamos uma solução pronta para resolver a questão da ponte, mas quando começou a execução da obra foi percebido que o problema é bem mais sério do que imaginávamos. Houve a necessidade de um novo dimensionamento que foi feito por uma empresa de consultoria. A partir dos laudos começamos a uma nova execução”, explicou. 

O secretário disse ainda que logo depois dos primeiros laudos foi feito um novo teste, quando foi detectado que tanto as ferragens quantos os pilares não suportavam uma mínima carga. “Existia o que se chama vulgarmente de bicheira nos pilares. Precisamos fazer um novo dimensionamento para continuarmos a recuperação dos quatro pilares centrais, os mais complicados. Já tínhamos contratado um escoramento para recuperar o tráfego na ponte, mas o novo cálculo mostrou que não era possível suportar 450 toneladas por pilar. Faltava um equipamento para suportar essa carga, por isso uma outra empresa, da Bahia, vai fazer esse novo serviço, que deve começar na segunda-feira da próxima semana. Não teremos como liberar o tráfego para o natal, mas há uma esperança de liberar para ano novo, mas não é uma garantia, nem uma promessa. Faremos o que for possível para dar segurança e comodidade aos sergipanos” frisou. Caso a ponte seja liberada até o ano novo será para o tráfego leve com sistema de “pare e siga”, velocidade reduzida e fila única.

O prefeito de Pirambu, Élio Martins, disse que o resultado da reunião foi satisfatório, porque toda a população conseguiu ter as suas dúvidas respondidas pela equipe do governo do estado. “A população ficou satisfeita, foi de suma importância o estado estar aqui hoje para acabar com a insegurança dos moradores dos municípios aqui da região. Agora já sabemos os trâmites que o estado está tomando e quando poderá haver a liberação da ponte”, disse.

A Câmara de Vereadores de Japaratuba, no Leste sergipano, foi representada pelo presidente em exercício, o professor Pedro da Cultura. Segundo ele, esse encontro de hoje serviu para explicar os fatos e diminuir a angústia em relação a ponte Pirambu-Barra, que facilitava a vida de todos e que com a interdição causou transtornos de toda ordem. “Os técnicos do governo vieram dialogar com a comunidade para que tenhamos o acesso que queríamos e as explanações dadas representam uma preocupação do governo em resolver essa situação. Os problemas maiores que foram detectados estão sendo cuidados para que não tenha uma tragédia maior. Agora eu saio da reunião satisfeito pelas informações e vou explicar aos nossos munícipes de forma mais clara os prazos e o que está sendo feito para que a ponte seja reaberta para a população” falou.

A reunião contou também com as presenças do diretor-presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe, DER, Ancelmo Souza, o diretor técnico do DER, Carlos Alberto Araújo e o diretor presidente da Bessa Engenharia, Juradir Alves Bessa e o diretor técnico da Geotec, Demóstenes Cavalcanti.

FONTE: SEDURBS


Última atualização: 26 de dezembro de 2019 10:14